Saiba quando trocar o Fluido do Radiador.

Quer saber quando trocar o Fluido do Radiador? Se você tem um carro, sabe que precisa cuidar de sua manutenção para evitar imprevistos e problemas graves. Por isso, uma das preocupações é com o fluido do radiador, um item essencial para manter a refrigeração do motor e o bom funcionamento de todo o sistema mecânico.

Muita gente acredita que basta colocar água no radiador para o carro funcionar corretamente. Afinal, quem nunca foi ao posto de gasolina e pediu para o frentista conferir o nível do líquido ou completá-lo? Apesar de ser uma situação comum, deve ser evitada se você quiser aumentar a vida útil do carro.

O que é Fluido do Radiador? É um componente que regula a temperatura do motor e o refrigera, medida que evita o superaquecimento da parte mecânica do veículo. A partir do fluido utilizado, o radiador emite para o ambiente externo o calor gerado devido à queima do combustível. Assim, há o resfriamento de todos os componentes, com o consequente impedimento da dilatação ou fusão excessiva das peças, das mangueiras e do próprio motor. Portanto, o fluido é uma mistura de água e aditivos que garante o equilíbrio término interno do carro.

Quais os benefícios do Fluido do Radiador? Redução do nível de corrosão das peças; Proteção extra às juntas e às mangueiras para impedir o ressecamento exagerado; Eliminação dos riscos de cavitação, ou seja, menor formação de bolhas causadas por diminuição da pressão total; Mitigação da condutividade elétrica da água.

Quando trocar o Fluido do Radiador? O manual do veículo apresenta a recomendação mais adequada para substituição do aditivo. Geralmente, a sugestão é a troca a cada 30 mil quilômetros ou em, no máximo, 12 meses. De toda forma, o próprio veículo indica quando é preciso trocar o fluido do radiador ou completá-lo. Esteja atento a casos de superaquecimento, que causam comportamentos estranhos, como barulhos e liberação de fumaça.

Fale conosco - Clique aqui