Sistema de injeção eletrônica corroído.

O sistema de injeção eletrônica é o que mais sofrerá com o fato de abastecer o seu carro com combustível adulterado. Os solventes que citamos acima, de baixa qualidade, são extremamente corrosivos e isso pode causar a deterioração de alguns componentes importantes da injeção eletrônica, além de afetar a mistura de ar. No final das contas, sem contar os prejuízos com a injeção eletrônica, você estará gastando mais combustível.

E vale ressaltar: se a injeção eletrônica do seu carro não funcionar, o seu carro também não anda. Esse tipo de conserto só é realizado em oficinas especializadas e um reparo na injeção eletrônica não sai por menos de R$1.500. Pagar um pouco a mais por um combustível de melhor qualidade não parece má ideia agora, né?

Sistema de alimentação fica comprometido com combustível adulterado

Como o sistema é composto por uma variedade de peças, fica fácil falar qual sofre mais: os bicos injetores e as velas de ignição, pois são as peças que trabalham diretamente com o combustível.

Se o abastecimento com combustível adulterado for recorrente, com o passar do tempo outras peças, como a sonda lambda e o catalisador, também irão apresentar problemas.

Bomba de combustível entupida

Combustível adulterado geralmente produz muito mais resíduos que podem entupir a bomba. Desse modo, a ignição fica mais propensa a falhar, o que faz com que você tenha que dar a partida do carro mais vezes. Para fazer o reparo na bomba de combustível, você deve gastar algo em torno de R$300. E tudo por culpa do combustível adulterado.

Fale conosco - Clique aqui